Como se preparar para uma entrevista de TI

Tempo de leitura: 3 minutos

Para quem está começando agora no mercado de TI, é difícil sim ser alocado no mercado, pois normalmente as empresas pedem experiência de um ano, em contra partida, tem sim como ingressar no mercado mesmo sem experiência, mesmo que a vaga exigia isso. Eu irei mostrar um dos caminhos para isso.

Eu estou levando em conta neste artigo, a programação, porém pode ser aplicado em outras áreas.

Entrevista

Cursos de oratória, palestras e até mesmo o exercício do espelho são indicados para lidar melhor com a timidez, lembre-se: nada melhor para amenizar a timidez antes de uma apresentação ou uma entrevista de emprego, do que treinar em frente ao espelho como se estivesse falando com um amigo.

Invista fortemente na sua preparação

Refletir sobre as suas próprias competências e entregas permite criar um discurso claro, conciso e objetivo sobre você mesmo, o que trará muita calma e segurança para a hora da entrevista. Não vá com falas ensaiadas, mas vá preparado.

Quanto mais pronto você se sentir, mais descontraída será a conversa com o recrutador. Para se sentir ainda mais desinibido, tente olhar por cerca de 20 segundos o ambiente assim que chegar. Isso faz com que a pessoa se sinta mais aliviada.

mulheres desenvolvedoras

Não tente parecer extrovertido

Na hora da entrevista, O PIOR ERRO que você pode cometer é tentar simular uma personalidade que não é a sua.

Se você é tímido ou introvertido, isso ficará claro para o entrevistador logo de cara. Seja sincero com o entrevistador.

Para aliviar a timidez

Em primeiro lugar, enfrente estes momentos, e não tente fugir deles. Os certos e erros estão presentes na vida de qualquer pessoa, e nem sempre conseguimos agradar as pessoas que gostaríamos da maneira como gostaríamos, e isso tem que ser encarado da maneira mais natural possível.

Preparo

Em algumas entrevistas pra vaga de programação, às vezes é permitido consulta, porque a empresa entende que a consulta à internet faz parte da rotina de trabalho. Já em outras empresas, o teste de admissão exige conhecimento mais teórico e é feito com papel, lápis e borracha. De qualquer forma, deve-se se preparar para essas duas situações:

1. Pratique programação sempre que possível. A cada assunto novo estudado, baixe códigos de exemplo e tente recriar o que você tem aprendido.

Depois crie outro projeto “do zero” e faça tudo novamente, até você ter uma noção clara das técnicas, métodos, classes, instruções, sintaxe, etc. envolvidos no assunto. Pratique isso para você reter o conhecimento prático.

2. Pegue um caderno e anote os pontos importantes da teoria. Faça listas, anote suas dúvidas, escreva com suas palavras a teoria por trás de cada assunto.

Por exemplo, pegue uma folha de caderno e explique de forma resumida numa página: “o que é herança de classes?”. Se você sentir dificuldade em explicar (o que vai acontecer, com certeza), consulte esse assunto novamente, depois volte à sua folha de papel e continue. Faça isso para os assuntos mais importantes.

Acredito que estudando assim pode-se avançar nas duas partes: tanto na prática quanto na teórica, e mesmo que esse método de estudo demore um pouco mais, você vai conseguir reter o conhecimento por muito mais tempo e ter mais segurança durante as entrevistas de emprego.

Caso não consiga emprego após a entrevista, é sempre importante fazer um balanço da entrevista: chegue em casa e responda numa folha de papel:

  • O que foi pedido na entrevista?
  • Em quais pontos da entrevista eu fui bem?
  • Em quais eu fui mal?
  • Que teoria/técnicas/ferramentas eu não conhecia?

A partir daí, pode-se usar a experiência ruim (e boa) de uma entrevista malsucedida como um trampo para a próxima, criando um novo plano de estudos direcionado para necessidades do mercado.

Boa sorte nas entrevistas e sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *